mInis & tRemoços!

Receber actualizações no mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Maio 10 2012

Caros amigos, fregueses, leitores ou simples curiosos.

A tasca do mInis & tRemoços está em contante ebúlição e, como tal, vimos que seria melhor mudar para um local com outras características, pois queremos dar a este projecto a grandeza que ele precisa.

 

A partir de maio de 2012 estamos presentes no endereço www.minisetremocos.com

 

Passem por lá que os tremoços estão salgados e a minis bem fresquinhas!

 

Obrigado pela compreensão.

publicado por davidbranco às 16:00

Março 24 2010
Olá a todos,
Como podem ver estamos a remodelar a imagem aqui do sítio.
Em breve estará tudo à altura desta nova fase deste projecto.
Estejam atentos e vão dando sugestões.

[image: s_head.jpg]A Gerência :p
publicado por davidbranco às 16:44

Fevereiro 03 2010

Com este tempo incerto a tasca tem estado calma. Mas volto então aos comentários, desta vez com especial destaque para as ditas revistas/publicações cor de rosa que invadem as bancas e quiósques aqui em volta e que os clientes teimam em querer ver em cima das mesas da tasca...

 

Não vou falar para já no Sócrates e na novela que se está a passar em torno das finanças regionais. Nem mesmo vou falar do jogo de ontem entre o Porto e a Colectividade verdinha da segunda circular...

Vou-vos falar das capas de cinco revistas que geralmente tenho no cesto quando vou ao wc e onde dou uma vista de olhos. Hoje finalmente decidi falar da ridicularidade das mesmas.

 

Ora então cá vai:

 

Flash

Pinto da Costa tem nova "fruta de dormir". Chama-se Fernanda Miranda e é Brasileira. Não precisava de dizer mais, mas digo. Tem 23 anos e procura uma nova vida neste mundo da "frutaria". Teve sorte em ter arranjado esta "colheita" com o Sr. presidente :)

 

TVMais

Tema de Capa - A história da vida de Diana, e não é da princesa, essa já sabemos e só se volta a falar quando faz anos que o mercedes esbarrou contra "el pilar". O espanto que a TVMais coloca na vida desta moça é: Ela já vendeu pizzas!

Que coisa invulgar... Uma jovem que também precisou de fazer pela vida (embora se saiba que tem familia "famosa") e foi vender pizzas.

Se calhar se fosse como a sra. Fernanda Miranda não era notícia, agora não se soube "movimentar" e foi vender pizzas já o é!!!?? Que horror, uma menina dos Idolos que já vendeu pizzas. A TVMais pensa ter descoberto a pólvora, o escândalo ideal para aumentar as vendas e arruinar a carreira promissora que esta moço terá após vencer os idolos. Vencer!!? Sim, ainda duvidam? Com um tio no juri esperavam o quê?

 

ANA

Poderia ser o boletim informativo da associação nacional de aeroportos, mas não, preferiram ser mais uma publicação sem utilidade, ou com a mesma utilidade do tele-texto mas com imagens.

Não fala da vida real na sua capa, somente do mundo fictício das novelas. Ora um turista que visite o nsso país e dê de caras com esta revista vai pensar que somos todos como a vizinha do 1º que sabe tudo sobre toda a gente...

 

Mariana

Uau, esta ensina como se transformar num vampiro. Já que está na moda e estamos perto do carnaval pode dar jeito aos menos criativos nestas ocasiões. Também pode servir para aqcaqbar com as cusquices da vizinha do 1º, pregando-lhe um valente susto.

O resto é vida fictícia também... novelas mais novelas como todas as revistas com nome de mulher terminado em ana.

 

TVGuia

Lembro-me de ser, antigamente, a única revista onde podia ver a que horas davam as Marés Vivas ou os Power Rangers. Hoje mais parece a revista da Barraqueiro ou de uma outra empresa de transportes de passageiros, é que só fala do pai e filho Carreira... Não diz é a que carreira estes pertencem... Se fosse a 28 para o Largo de Camões ainda poderia ter algum interesse, mas nessa eu já andei bastante e nunca os vi por lá.

Por este andar esta revista desaparece. Falta aqui um toque de revista com nome de mulher e de emoção carago!!

 

Por agora falo nestas. A Maria, a Rita, a Natércia e as restantes revistas com nomes giros, muitas vezes antecedidas por "TV" ficam para outra oportunidade, para a próxima vez que vier ao wc...

 

 

publicado por davidbranco às 14:30

Dezembro 17 2009

Estamos em época natalícia. As vendas da mini e do tremoço caem em queda. Mas isso agora não é o maior drama. Desde que o Benfica ganhe estamos sempre bem e ninguém se lembra de crises e sismos ou coisas parecidas.

Vejo uma rua de poucos metros com nove mendigos a gritar por dinheiro para comida ou sabe-se lá o quê. Pessoas passam indiferentes, entram e saem das lojas carregadas de sacos, apregoa-se a lotaria do Natal e até se vendem as (caras) castanhas.

O normal nesta altura do ano.

Algo me chama a atenção! Há quase dois anos que todos os dias passo neste local e de vez a quando vejo esta figura carismática que vive alegre dentro das suas condicionantes e indiferente a esta panóplia de acontecimentos fúteis!

 

Falo do Pombo Pulha como o baptizámos, o pombo dos coutos, ou mesmo o pombo sem patas.

É verdade! Num largo onde existem centenas de pombos correio, indiferentes e todos muito semelhantes, há um que se destaca pelas sua pose robusta e brilhante mas... que não tem pernas!

 

Ele voa, ele come, ele no verão chapinha no chafariz, ele "rouba" palhas ao presépio municipal, ele caga nas nossas cabeças, ele gala e faz peito às pombas, faz tudo como qualquer outro pombo, a única diferença é que teve de se adaptar á sua constituição física inacabada ou mutilada em tempos por algum humano mais espertinho, quem sabe!

 

Nas outras alturas do ano nem reparava muito neste pombo, embora saiba que ele ali está, mas há dias ao observá-lo pus-me a pensar: Este pombo é o retrato dos Portugueses nesta época do Natal.

 

Apesar das suas limitações vive como se fosse rei e senhor e faz tudo o que os que não têm limitações fazem.

É claro que aqui não falo de limitações físicas. A analogia que quero passar é que o povo português fala de crise e que isto está mau mas nesta altura esquece tudo isso e que é consumismo e prendinhas...

 

É curioso ir ao domingo a uma grande superfície comercial e não ter lugar para estacionar e estarem dois funcionários em cada caixa por exemplo...

Depois vêm falar em crise... Crise qual crise!!?? Se realmente se soubesse gerir o 13º mês não se viam situações destas. O pessoal controlava-se e não dava uso aos plásticos milagrosos que o deixam endividado o resto do ano...

 

Mas pronto é Natal... e que culpa tem o pombo sem patas afinal? É assim a vida dele, é assim a mentalidade do português!!

 

venham beber minis mas é! ;)

publicado por davidbranco às 15:00

Dezembro 02 2009

Aproveitando estas vagas de feriados, bem como o espírito que advém do S. Martinho, decidi ir provar o vinho (a água pé já era) para manter a alma e o corpo quentinho, ora aí está!

 

O país vai de mal a pior... prisioneiros com penas reduzidas, corrupção ao mais alto nível, guerra entre os clubes que lideram a tabela da liga de futebol. greve dos árbitros da Inatel, escutas telefónicas, a crise, os políticos, tudo graves problemas desta sociedade que cada vez acredito mais que seja do salve-se quem puder (leia-se: salve-se quem for mafioso e corrupto).

 

Para contradizer estes tristes factos, dediquei uns dias à descoberta do mais precioso e belo líquido da natureza, após a cerveja claro, que é o vinho.

Como estou em terra de vinha, vinhos, vinhedos e vindimas, nada melhor que começar pelos santos da casa, que plos vistos até fazem milagres :)

 

Domingo saí aqui da tasca, deixando as minis (quase) de parte por uns dias para me aventurar nas adegas cá da terra... São muitas, eu sei, mas em dois dias consegui ir a duas o que prefaz uma boa média.

 

Na primeira surge um queijinho caseiro, uns jarros de bom tinto (e branco não o provei) e uma lareira acolhedora, uma guitarra, duas gaitas de beiços e uma cana rachadas.... Meia dúzia de rouchinois afinados e lá vai o bailarico armado, do pimba ao fado, passando mesmo pela música erúdita e clássica e ainda dando uma espreitadela na música de revolução de Abril...

Era possivelmente o mais novo na tasca, a julgar pela média de idades que devia de estar nos 50 anos mas gostei bastante e fiquei de voltar para jantar um dia destes, um belo bacalhau assado ou quem sabe uma sopa de ossos.

 

Na terça feira foi dia de ir a outra taberna... provar a azeitona nova, as sandes de azeite e alho com o novo azeite, um bacalhau com nozes e claro está uns valentes malhões de bom tinto da casa, este ainda em pipa de madeira servido em copo de barro.

Fiquei por pouco tempo pois a lareira já estava meio apagada e porque hoje era dia de trabalho mas valeu a pena o breve momento!

 

Daqui a dias tentarei visitar outros destes locais que felizmente ainda abundam aqui na vila e assim provar mais tinto precioso, petiscos e claro, aquecer para proteger do frio que se tem feito sentir. No próximo feriado quem sabe...

 

Juntando o útil ao agradável, anima-se a malta, ajuda-se o comércio local, preservam-se tradições e adquire-se a cultura que as tv's e jornais não passam para fora, para não falar no que se aprende nestes locais sobre o mundo real e as politiquices e fofocas que por aí correm...

Corrupção aqui não há, e quando te perguntam se é branco ou tinto, basta dizer: Cheio!

 

Fica então um "cheirinho" da animação por estas bandas:

 

publicado por davidbranco às 16:11

Outubro 30 2009

Este ano as temperaturas estão todas maradas, o verão de S. Martinho que deveria estar a chegar, ainda não nos deixou desde o verão de S. Agosto.

Já esgotei as roupas de verão e de meia estação, estou ansioso por voltar a usar as roupas de Inverno mas não há meio... Já não vou comprar mais roupa de verão até porque são mal empregues para o trabalho na tasca.

 

Após período de eleições e de discernimento e dessas coisas de políticos, a tasca vai reabrir dentro de poucos dias. Já pensada e constituída a nova equipa, vamos tomar posse um dia destes, após uma valente encharcadela de minis acompanhadas pelo tremoço que dizem estar melhor este ano. Acredito, até porque a senhora que vendia castanhas aqui na rua já só vende tremoços e nogat.

 

Eu como mentor da tasca ficarei de novo por dentro desta mais um mandato. Os funcionários foram substituídos por um magalhães 2, uma bimby e um DVD da Paloma Blanca (ver filme) na parte da animação.

 

Estamos em retenção de custos, e o facto de no verão não apetecer trabalhar e apetecer é estar na praia e ter a tasca fechada teve os seus ressentimentos salariais.

 

Achei que seria bom, e por tradição nacional, mandar o pessoal para o desemprego... Parece que a moda pegou. O desemprego deve ser fiche e pelos vistos o ir contra a justiça também pois de qualquer das formas recebe-se qualquer coisinha e ninguém nos chateia.

 

Na segunda fui ver o Benfica. Gostei mas senti-me perseguido pois ao pé de mim um senhor atirava cascas de tremoço para a fila da frente até acertar várias vezes na cabeça de um desgraçado com uma camisola do Nacional... Pensei - Fogo que até aqui vejo tremoços, ainda bem pois é sinal que o pessoal até curte e isso pode fazer subir o volume de negócios aqui da tasca.

 

O Jesus lá no jogo andava sempre às bocas ao treinador adversário... Pudera se eu estivesse a ganhar daquela forma também mandava piadas e bocas hihihi... No final do jogo o outro veio ralhar e como muito bom vivant, Jorge Jesus deu a outra face como ensina o seu livro tanto criticado recentemente pelo Saramago (mas deste eu já falo).

Ora na segunda jesus dá a outra face e na quarta surge logo mais um escândalo à boa maneira tuga - deram-lhe o nome de Face Oculta, só não sei se será referente à face do JJ ou à dos políticos que têm duas faces (de cada lado).

 

Mas falei ali em cima do José Saramago, e é dele que agora quero falar. Não vou dizer mal nem bem pois realmente não sei se foi ele ou não quem matou o Abel, mas se ele diz que não eu acredito. Só tenho é que dizer a esse poeta maroto que já apanhei vários sustos, diria mesmo cagaços, com a sua figura.

Ora já não é muito normal alguém ter uma estátua sua enquanto está vivo, não é que eu seja contra, mas não é grande hábito, quanto mais ter uma estátua em realidade aumentada. Se bem que isso também vem sendo moda, mas meus amigos, a estátua do José Saramago que está na Azinhaga, sua terra natal é demasiado grande e assusta pois está a seguir a uma curva e uma pessoa vem de carro, dá a curva e depara-se com um banco de jardim maior que o normal e com um senhor maior que o normal e assim de uma cor tipo lata e assusta-se.

Eu já foram aí três vezes, a primeira era de noite e até ia batendo numa bicicleta que estava estacionada do outro lado.

Queria que os respoonsáveis da tasca local e da política e dessas coisas reflectissem e colocassem, antes da diat curva, uma placa a sinalizar "Perígo de Saramaguice" ou simplesmente uma de Perígos Vários se não houver verba para mais.

 

É isso que eu peço oh faz favor!

E assim reabro a época de Inverno da Tasca das mInis & tRemoços! Venham cá que há coisas novas dentro em breve,ok?

Hasta

 

PS: a despedida é espanhola em homenagem à candidatura ibérica ao mundial de 2018 e 2022, e a uma possível mudança de nacionalidade de José Saramago a pedido de um tontinho qualquer que se calhar tem mais juízo que a Maitê Proença que faz figuras como a seguinte e depois vem dizer mal de nós tugas...

 

publicado por davidbranco às 12:18

Setembro 17 2009

Enquanto estudo aqui as remodelações na tasca, após um verão passado na Holanda na plantação dos tremoços e acabadinho de chegar num barco de cruzeiro numa viagem que ganhei na raspadinha "Maré de Sorte" eis que surge uma notícia que me agrda e que penso ter contribuido bastante para os seus resultados :)

 

Diz então o seguinte no jornal i:


Cada português consumiu, em média, 71 litros de cerveja, nos quais gastou 310 euros em 2008, ano em que a indústria cervejeira gerou 1.020 milhões de euros para a economia e foi responsável por 72.900 empregos.

 

Um estudo da consultora Ernst & Young, intitulado "A Contribuição da Cerveja para a Economia Europeia", hoje divulgado, refere que Portugal é o sexto país europeu exportador desta bebida e que o sector cervejeiro gerou 1.020 milhões de euros para a economia nacional, dos quais 722 milhões referem-se à hotelaria e restauração e 138 milhões à produção.

O trabalho, baseado em dados de 2008, aponta também que o valor recebido pelo Estado português a partir do sector das cervejas é de 973 milhões de euros, uma contribuição dividida em 448 milhões de euros em IVA, 91 milhões de euros em Imposto sobre o Consumo e 426 milhões em impostos indirectos e Segurança Social.

A Ernst & Young concluiu que os portugueses consumiram 620 milhões de litros, de cerveja no ano passado, um valor que se manteve estável nos últimos anos.

O mesmo estudo refere que os consumidores gastaram em cerveja 2,3 mil milhões de euros (incluindo IVA), na hotelaria e restauração, e 361,5 milhões de euros no retalho, ou seja, nos estabelecimentos comerciais como supermercados, totalizando 2,7 mil milhões de euros.

Com base no Censo da população portuguesa de 2001, a agência Lusa fez as contas e concluiu que, em média, cada português com mais de 15 anos consumiu 71,3 litros de cerveja e pagou 310,3 euros.

A utilização da faixa etária a partir dos 15 anos está relacionada com a forma como são apresentados os dados do Censo, mas, em Portugal, o consumo de álcool só é permitido a partir dos 16 anos.

Do total do consumo, 62,5 por cento é efectuado na hotelaria e restauração e 37,5 por cento a partir de vendas em estabelecimentos do retalho, como supermercados.

As cervejas sem álcool representam 3,5 por cento do total.

A consultora refere um valor para a produção das cervejeiras portuguesas de 472 milhões de euros.

A indústria cervejeira emprega 72.900 trabalhadores na produção, nos fornecedores, hotelaria, restauração e distribuição. Os empregos directos são 3.200.

A Ernst & Young salienta "a alta produtividade" do sector já que "o valor acrescentado por empregado é relativamente alto no sector cervejeiro português comparado com outros".

"Apesar de os custos do trabalho terem aumentado nos últimos anos em Portugal, ainda são relativamente baixos comparados com outros países da Europa ocidental", refere a Ernst & Young.

A consultora refere que o mercado português da cerveja está concentrado em seis empresas, com a líder a apresentar uma quota de 53 por cento e a segunda maior com 44 por cento, existindo entre as duas uma "competição feroz".

Na Europa, a Ernst & Young concluiu que o consumo anual de cerveja é de cerca de 394 milhões de hectolitros e tem um valor de 124 mil milhões de euros.

A produção das cervejeiras é de 427 milhões de hectolitros por ano e 17 por cento é destinada a exportação.

 

Resta-nos continuar a contribuir para aumentar estes valores mas com moderação... Pelo menos criamos postos de trabalho e rendimentos ao país :)

publicado por davidbranco às 16:49

Junho 26 2009

Começa o verão, o calor aperta, a paciência é maior e as garinas andam mais soltas. É o caos hormonal a chegar a todo o lado, inclusivé aos clientes da tasca, quer sejam estes femininos, masculinos ou indecisos, mas estes dois últimos pouco importam né?

 

Vamos adoptar em fase piloto uma estratégia adoptada e de sucesso num bar espanhol.

Passo a explicar:

Vamos oferecer a primeira rodada e os tremoços a quem fizer os melhores piropos aos funcionários da tasca, ou seja, eu pois despedi recentemente a Smirtcha por fraude e envolvência com concorrência.

 

Os homens e os indecisos escusam de tentar que nunca irão ganhar. Esta estratégia está um pouco diferente da espanhola, adaptada a meu jeito.

Aqui as mulheres que me fizerem um piropo daqueles à maneira e que não ofenda muito ganham a primeira rodade de minis.

O objectivo é atrair moças à tasca (quer real quer virtual) e também ver se arranjo uma que me pisque o olha para eu a fisgar entendem?

Candidatas aceitam-se para casting minucioso e exaustivo aos fins de semana nas trazeiras da tasca ou numa praia dentro do tasca mobile que é um twingo e se transforma em cama :)

 

Vamos lá a apurar os insultos originais e a ser criativas. Podem deixar os insultos aqui em comentário que os mais originais até ao fim do verão (consideremos 31 de Agosto) ganharão prémios relacionados com cerveja e verão - marchandising feminino de uma marca de cerveja Portuguesa.

 

Depois serão compilados os piropos vencedores aqui no blog.

Participem!!

publicado por davidbranco às 00:02

Junho 23 2009

Há pouco quando vos cabava de escrever, algo de estranho se passava na esplanada. Até vos disse: "Acho que uns clientes nossos se estão ali fora a preparar para algo estrondoso, estão os quatro à volta de um portátil com uma daquelas pens que largam internet e a rir uns dos outros. O que será? Vou investigar e já digo alguma coisa ok?"

 

Pois bem as minhas investigações não falham e as minhas teorias são fatais. Pouco depois da hora do almoço apercebi-me de movimentações ainda mais estranhas e foi ai que avancei sem medos e descobri o que estava por trás de tanta algazarra e euforia.

 

Os quatro marmanjos que aqui andam sempre, O António Camisa, o Jorge Motores e as Marias (Fazenda e GTI) lançaram um blog para contar e divulgar ao mundo, o que de mais espectacular se passa no "seu mundo". Eles são cá umas personagens...

Como até são bons e habituais clientes não fiquei chateado e até lhes paguei uma rodada.

 

Ora eles andam sempre a armar das suas e a falar de tudo o que se vai passando na actualidade. Para tal criaram um blog, o Ca Cena que pode ser visitado em www.cacena.com

Espero que gostem, eu gostei e até já subscrevi o RSS Feed por mail para ser dos primeiros a saber das novidades. Ah pois é, como eles dizem, tas a ver ou não!?

publicado por davidbranco às 16:59

Junho 23 2009

Santo António, São Pedro e São João são nomes de três conhecidos santos populares.

Bem que podia ser o nome de três locais da minha freguesia, que por acaso até são. Temos a fonte e bairro de S. Pedro, a fonte e Bairro do Santo António e as festas de S. João.

 

Como não há a fonte de S. João nem o seu bairro, moradores de uma travessa aparecida com uma rua aqui perto da tasca, à meia dúzia de anos decidiram criar umas festas e associarem a sua rua à romaria de S. João.

 

Tasquinhas, bailarico, fados, majericos, sardines au carvone, grelhadas mistas, rifas e velhas de barro com barba a servirem de prémios na quermesse, muita luz e enfeites, música, e como não podia deixar de ser muitas Minis e Tremoços pois está claro.

 

Este ano, como já é tradição, lá vai a tasca com toda a sua clientela às festas. Sei que comi quase sempre grelhada mista e sopa da pedra que enjoei as duas.  Depois ontem ao almoço apresentaram-me no restuarante mais uma grelhada mista... O vinho branco soube a pouco e o roset tava pouco fresco, ora tive de me voltar para a cerveja como já seria de esperar. Foram três dias de muita animação, tradição e folia. Ontem tinha um concerto dos Stomp na cabeça mas menos mal. Foi à borliú...

 

Ando meio chateado devido ao facto de os meios de comunicação social andarem a dar tanto ênfase à contratação do Ronaldo e ao seu romance com a Paris Hilson como à queda e posterior resgate de quase 500 pessoas no mar, aquando da queda do avião francês.

É certo que ambas as notícias têm um certo paralelismo, ora vejamos:

1) Paris é na França, o avião é Francês e a moça das férias do Ronaldo chama-se Paris também.

 

2) O Real Madrid é espanhol, os espanhois não gostam dos franceses, e precisavam de 94 milhões para pagar o Ronaldo, até aqui nada de novo. Um avião daqueles com aqueles passageiros a bordo vale cerca de 95 milhões, ora o Real Madrid desvia o avião, vende aos terroristas para experiências ou aos americanos para a nova temporada do LOST e assim consegue pagar o Ronaldo e ainda um milhão para arranjar disfarces e eleminar pistas.

 

De génio não?

Pois é e nunca ninguém tinha pensado nisto... Eu pensei e desde o início que suspeito deste esquema...

 

Falando agora de coisas mais importantes que a Paris Hilton ou o camandro, acho que este verão promete e para tal estou afincadamente empenhado na preparação de uma grande festa com a chancela da tasca do mInis e tRemoços. Os preparativos e os primeiros contactos já se iniciaram e para tal tosquiei o meu cão de água e fiz dele o relações públicas do evento pois quero que seja um evento fresco e com uma piscina, logo nada melhor que um cão de água. Ele está parecido com o da foto mas é castanho claro.

Vou aproveitar sexta-feira que vou a um concerto de Quim Barreiros aqui na povoação vizinha (e à borla claro) para ver se falo com ele para vir cá dar uma ajuda à festa ou então mandar só uns bigodes para a malta se caracterizar. A minha indeia era que a festa tivesse algo a ver com praias cubanas e os bigodes do Quim são ideais para isso.

 

Sei que tinha mais umas quantas coisas para dizer mas parece que com o calor me esqueci. Fica para amanhã ou outro dia. Os clientes já me estão a chamar.

 

Ah peço desculpa pelo interrompio em colocar aqui boas novas mas é que já montámos a esplanada e lá não há wireless.

 

Acho que uns clientes nossos se estão ali fora a preparar para algo estrondoso, estão os quatro à volta de um portátil com uma daquelas pens que largam internet e a rir uns dos outros. O que será? Vou investigar e já digo alguma coisa ok?

 

Até mais logo...

publicado por davidbranco às 12:08

Receber actualizações no mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

dia-a-dia numa tasca virtual que é a imagem do local tipicamente Português: A Tasca (em representação de todas as tascas) onde se come o belo do tremoço a acompanhar a Mine... Assim se vai criticando e olhando a sociedade...
mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds